Gastronomia Periférica e Aproveitamento Integral é Tema da Palestra de Edson Leite no #GF2019 - 11º Gluten Free Brasil
Gastronomia Periférica e Aproveitamento Integral é Tema da Palestra de Edson Leite no #GF2019

Gastronomia Periférica e Aproveitamento Integral é Tema da Palestra de Edson Leite no #GF2019

O #GF2019 contou com uma programação multidisciplinar e diversificada para abordar diversos aspectos da relação entre o glúten e a nutrição. Um dos pontos desse conceito único de abordagem, foi o 4º Congresso Brasileiro de Gastronomia Funcional, que reuniu chefs e nutricionistas especializados durante dois dias de atualização e imersão.

A sala disponibilizou o contato entre o sabor e a biodisponibilidade de ingredientes em palestras que lançaram um olhar para além do sustentável em relação à gastronomia. A palestra de Edson Leite, que aconteceu no dia 13 de julho e teve como tema: “Inspiração: gastronomia periférica aproveitamento integral”.

Edson Leite é chef de cozinha e já trabalhou em renomados restaurantes de Portugal e São Paulo, é idealizador do projeto Gastronomia Periférica, cujo objetivo é provocar transformações sociais através dos alimentos. Seu trabalho objetiva gerar uma consciência em torno do aproveitamento integral dos alimentos, uma vez que, aproximadamente 68 mil toneladas de alimentos são desperdiçadas diariamente no Brasil.

Veja a entrevista em que o chef fala um pouco mais sobre o tema de sua palestra:

 

4 motivos para incentivar o aproveitamento integral dos alimentos.

 

Em torno de 68 mil toneladas de alimentos são desperdiçadas diariamente no Brasil. Nas últimas décadas, a população brasileira passou por transformações sociais que trouxeram como resultado mudanças no seu padrão de saúde e consumo alimentar.

Uma alternativa que contribui com a redução do desperdício é a utilização completa dos alimentos, capaz de promover um melhor consumo nutricional e relação ecológica entre o homem e o meio ambiente. Assim, aproveitar integralmente as partes que não são utilizadas é uma estratégia eficiente e traz resultados importantes, como:

 

  1. Maior disposição de alimentos e redução do desperdício e produção de lixo.

O aproveitamento de partes não comestíveis dos alimentos como talos, sementes e cascas faz com que as preparações se tornem de baixo custo, além de contribuir com a redução do desperdício. É possível diminuir cerca de 30% dos gastos com alimentação apenas utilizando as estruturas não convencionais em diversas receitas. Esse fator garante um aporte alimentar maior da população, podendo reduzir o cenário de fome e a produção excessiva de lixo orgânico.

 

  1. Diminuição do impacto ambiental.

Os hábitos de vida na população brasileira levam à produção anual de toneladas de resíduos sólidos urbanos (RSU). A maior parte destes resíduos vêm dos restos alimentares de uso incorreto. Esse desperdício propicia m impacto negativo no meio ambiente, em função da deposição insegura de rejeitos no solo, gerando maior formação de chorume e risco para lençóis freáticos. Nesse sentido, ao aproveitar integralmente o alimento é possível minimizar esse impacto, por meio da diminuição da formação de lixo.

 

  1. Maior aporte de nutrientes e fibras.

Estudos relacionados ao aproveitamento integral dos alimentos mostram a eficácia do desenvolvimento de receitas culinárias com suas partes não convencionais. Análises realizadas em cascas, talos e sementes de frutas e legumes confirmam a alta concentração de fibras, micronutrientes e polifenois nestes resíduos. Assim, o uso consciente em preparações pode garantir um aporte redobrado de componentes nutricionais essenciais para a saúde.

 

  1. Inovações culinárias e variedades de receitas.

Diferentes receitas na culinária funcional podem ser elaboradas e adaptadas com a utilização de cascas, talos e sementes de frutas, legumes e verduras. É possível combinar ingredientes nutritivos com estas partes de alimentos em bolos, tortas, doces, entre outros. Confira uma receita englobando este conceito para indicar no planejamento dietético do paciente:

Mousse de cacau com casca de laranja

Ingredientes

1 xícara (chá) de chocolate 70% cacau derretido

2 colheres (sopa) de cacau em pó

1 abacate maduro

½ laranja

1 colher (sopa) de açúcar de coco

 

Modo de preparo: faça raspas com a casca da laranja e esprema o suco. Amasse o abacate e misture com todos os ingredientes. Incorpore as raspas de laranja na mousse e leve ao congelador por 1 hora.

 

Acesse o portal da Revista Nutri Online e tenha acesso a palestra ministrada pelo Chef Edson leite

Gastronomia periférica aproveitamento integral

Deixe um comentário

Local do Evento

Centro de Convenções - Frei Caneca
Rua Frei Caneca, 569
www.convencoesfreicaneca.com.br/

Telefones

Atendimento ao Inscrito:
(11) 3473-1693

Atendimento ao Expositor:
(11) 3586-1764 – Ramal 53

Assessoria de Imprensa:
(11) 3586-9197 – Ramal 32

Mídias Sociais