Imunomodulação no paciente com câncer: quando é necessário?
Imunomodulação em pacientes com câncer foi tema de palestra na Sala Nutri Talks do GF2019

Imunomodulação em pacientes com câncer foi tema de palestra na Sala Nutri Talks do GF2019

O Dr. Daniel Gurgel é nutricionista, mestre em patologia e doutor em oncologia e estava entre os palestrantes da décima edição do Gluten Free Brasl.

Ele participou da Sala Nutri Talks, realizada no sábado, dia 13 de julho, e abordou o tema: “Imunomodulação no paciente com câncer: Sempre necessário”.

Confira a entrevista que o palestrante concedeu durante o evento.

Saiba mais sobre o tema:

Imunomodulação no paciente com câncer: quando é necessário?

                                            

A incidência de câncer cresce, a cada ano, em todo mundo, principalmente no Brasil. Em 2018, de acordo com dados estatísticos do Instituto Nacional de Câncer (INCA), em torno de 31,7% dos homens foram afetados pela neoplasia de próstata, e 29,5% das mulheres, das mamas. O tratamento oncológico tem recebido atenção por parte da saúde pública e comunidade cientifica, visto que trata uma das principais causas de morte no mundo.

O sistema imunológico promove a ativação de defesa primária contra células cancerígenas e patógenos invasores. Nesse processo, acontece a formação de espécies reativas de oxigênio e liberação de citocinas pró-inflamatórias. O estado nutricional de pacientes com câncer fica debilitado, o que pode refletir na involução clínica. A desnutrição pode desencadear alterações negativas nas células imunitárias, através de mecanismos como redução da contagem de linfócitos, supressão da imunidade celular, atrofia de linfonodos e redução da síntese de imunoglobulinas.

Tais alterações podem levar ao desencadeamento de infecções e potencializar o estresse metabólico relacionado às funções da imunidade, principalmente em pacientes oncológicos cirúrgicos. Entretanto pesquisas têm demonstrado a eficácia do uso de nutrientes com capacidade de modular o sistema imunológico.

Em pacientes internados, fórmulas orais e enterais enriquecidas com imunonutrientes, como arginina, glutamina, ácidos graxos ômega-3, nucleotídeos e antioxidantes, são associadas a benefícios importantes para a redução de complicações do tempo de permanência hospitalar. O controle da imunidade é importante ao paciente oncológico também para avaliar os marcadores inflamatórios e anti-inflamatórios, com destaque aos mais comuns como proteína C reativa (PCR) e interleucinas IL-1, IL-10 e IL-13.

Trabalhos na literatura científica mostram que a utilização de complementos alimentares que associam L-arginina, EPA, DHA e nucleotídeos apresentam efeitos significativos na regulação imunitária. Um estudo realizado por Gomez Sanchez et al. (2011) avaliou a suplementação de imunomodulares em 50 pacientes portadores de neoplasias do trato gastrointestinal superior, divididos em eutróficos, desnutridos não suplementados e desnutridos suplementados. Eles receberam as fórmulas de acordo com o grupo no qual estavam inseridos, por um período de 10 dias prévios à cirurgia. Os resultados mostram que os pacientes que receberam a suplementação da fórmula com componentes imunomoduladores, tiveram melhora nos quadros gastrointestinais como diarreia, distensão abdominal, além de prevenir infecções de vias aéreas.

Apesar dos resultados vantajosos em diferentes estudos, a imunomodulação pode não apresentar efeitos positivos em determinadas condições oncológicas. Um trabalho de coorte (2015) investigou os efeitos da dieta imunomoduladora em 50 pacientes com câncer colorretal submetidos à cirurgia de ressecção anterior do reto. Os achados mostraram que a imunomodulação no pré-operatório não contribuiu para diminuir as complicações pós-operatórias e intercorrências gastrointestinais dos pacientes participantes do estudo.

Portanto, a imunomodulação no paciente com câncer deve ser avaliada criteriosa e individualmente, de acordo com as condições clínicas, o local e o tipo da neoplasia.

Deixe um comentário

Local do Evento

Centro de Convenções - Frei Caneca
Rua Frei Caneca, 569
www.convencoesfreicaneca.com.br/

Telefones

Atendimento ao Inscrito:
(11) 3473-1693 – Ramal 30

Atendimento ao Expositor:
(11) 3586-1764 – Ramal 24

Assessoria de Imprensa:
(11) 3586-9197 – Ramal 32

Mídias Sociais